sábado, 5 de dezembro de 2009

Breve história do pinheiro de natal







Os sacrifícios humanos em honra do deus Odin eram comuns durante a Idade Média no território onde hoje é a Alemanha.
Um dia, São Bonifácio, vendo que várias tribos pagãs realizavam estes sacrifícios por baixo dos carvalhos - as suas árvores mais sagradas - resolveu acabar com a tradição.
Cortou um carvalho, que ao cair derrubou as árvores mais próximas, com a excepção de um pequeno pinheiro, que simbolizava o menino Jesus. O acidente tornou-se um milagre desde então comemorado pelos cristãos.

Martinho Lutero, em 1530, foi o primeiro a iluminar uma árvore, ao tentar imitar as estrelas sobre as copas das árvores.

A maior árvore de natal iluminada possuia 100 metros de altura, tendo desabado de seguida, em 2008, no Brasil.

Sem comentários:

Publicar um comentário